O Balanced Scorecard ajuda gestores a executarem estratégias de negócios de modo a desdobrarem as ações planejadas em todos os níveis organizacionais. 

A fim de adotarem as melhores práticas de gestão, instituições de saúde (como UBSs, UPAs e clínicas universitárias) devem ter objetivos bem estabelecidos para a formulação de estratégias eficientes. Contudo, o que tem se observado é que, apesar do planejamento estratégico não ser um problema expressivo na área, sua implantação vem apresentando gaps e requer uma atenção mais direcionada.

Neste sentido, a execução do plano de ação tem muito a ganhar com o Balanced Scorecard, conhecido também como BSC. Desenvolvido na década de 1990 por Robert Kaplan e David Norton, a ferramenta de gestão é amplamente utilizada por empresas nos mais variados segmentos e se apresenta como uma possibilidade bastante eficiente para o planejamento estratégico da gestão hospitalar.

Balanced Scorecard

Ações para todos os níveis organizacionais

O BSC ajuda gestores a executarem estratégias de negócios de modo a desdobrarem as ações planejadas em todos os níveis organizacionais. Para tanto, traça indicadores integrados às políticas da instituição – o que engloba sua visão, missão e valores –, simplificando a tomada de decisões. Um método eficaz de desempenho corporativo não se sustenta mais apenas a partir de parâmetros financeiros. Além disso, deve considerar objetivos de curto e longo prazos, assim como expectativas externas de desempenho empresarial, aspectos não necessariamente orçamentários e indicadores de performance.

Por meio do Balanced Scorecard, é possível gerenciar processos como o estabelecimento de metais individuais e de equipe, alocação de recursos, orçamentos, assim como feedback e aprendizado estratégico. O sistema funciona como uma espécie de ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial), a partir de quatro indicadores: finanças, clientes, processos internos e aprendizagem e crescimento.

O primeiro identifica oportunidades de desenvolvimento financeiro para redução de custos e, se for o caso, crescimento do faturamento. O segundo é voltado à prestação de serviços de qualidade. O terceiro considera as melhorias nos processos internos necessárias para a satisfação plena das necessidades do cliente. Por fim, o quarto versa sobre as mudanças, inovações e competências necessárias para gerar crescimento no longo prazo.

O equilíbrio entre estas quatro perspectivas é fundamental para que se consiga maior rentabilidade (ou otimização máxima de recursos), processos mais assertivos, fidelização de clientes (na área da saúde, de pacientes) e prestação de um serviço qualitativo.

Balanced Scorecard

Ferramenta dinâmica

O BSC é uma ferramenta dinâmica, que acompanha e analisa as estratégias formuladas e as ajusta sempre que há necessidade. Ao realizar o acompanhamento de todas as operações definidas na estratégia, avalia seus resultados e revisa os planos inicialmente estabelecidos. Ou seja, integra novos processos gerenciais aos resultados previstos por uma organização.

Balanced Scorecard

Vantagens do Balanced Scorecard

Entre os benefícios do BSC para as instituições de saúde estão as possibilidades de:

  •  Traduzir visão estratégica do negócio;
  •  Formular ações alinhadas à estratégia;
  •  Acompanhar a execução de cada operação;
  •  Mensurar e otimizar resultados;
  • Melhorar processos;
  • Priorizar satisfação de clientes;
  • Quando aplicável, aumentar faturamento das organizações;
  • Adotar o feedback como estratégia;
  • Aumentar a qualidade dos serviços de saúde entregues;
  • Disseminar a estratégia em todas as áreas do negócio, ou seja, com toda a equipe hospitalar;
  • Adotar técnicas de gestão que implicam na prestação de serviços mais qualificativos e confiáveis.

O comprometimento de toda a gestão e de todos os profissionais da instituição é necessário para a adoção do Balanced Scorecard. A estratégia precisa começar a fazer parte da cultura da empresa.

O que você achou deste conteúdo? Deixe sua opinião a seguir, no campo para comentários. Aproveite também para conhecer o Hygia, nosso software para a gestão da saúde pública, desenvolvido especialmente para UBSs, UPAs e clínicas universitárias.

Categorias: Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *