Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

A biossegurança é um tema que precisa ser discutido na área da saúde, uma vez que tem como finalidade a mitigação dos riscos voltados às atividades médicas e hospitalares.

Neste post, explicaremos o que é a biossegurança na saúde, sua importância na gestão de medicamentos e como está relacionada à necessidade de uma administração eficiente.

Continue a leitura!

Biossegurança: Saiba o que é!

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) classifica a biossegurança como “uma condição de segurança alcançada através de um conjunto de práticas e ações, cujo objetivo é a prevenção, controle, redução ou eliminação de riscos, inerentes à atividades que possam comprometer a saúde humana, animal e o meio ambiente”.

Todos os procedimentos relacionados à saúde devem ser realizados com cautela, seguindo as recomendações da Anvisa. Estas práticas têm que ser adotadas desde o início de um procedimento até o descarte dos materiais remanescentes.

Porém, é válido ressaltar que a biossegurança não está atrelada apenas aos procedimentos de saúde.

Ela também está presente nas farmácias e deve ter suas orientações seguidas no acondicionamento de medicamentos e insumos, em sua dispensa para o paciente e no descarte dos produtos.

As boas práticas de biossegurança seguem alguns tópicos, como veremos a seguir:

  • Adequação de instalações e infraestrutura;
  • Atenção a cuidados em ambientes de atendimento médico e em laboratórios;
  • Cuidado com a exposição dos profissionais a agentes biológicos;
  • Treinamento e qualificação das equipes.

Os cuidados recomendados têm o objetivo de evitar a contaminação do ar e da água, a proliferação de agentes patológicos, além da circulação de produtos químicos.

A pandemia da Covid-19, enfrentada atualmente, exige que medidas sanitárias sejam adotadas com mais intensidade, além de demandar que os profissionais de saúde e/ou que estejam na linha de frente no combate ao vírus estejam devidamente paramentados com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

O que é EPI?

A sigla EPI significa Equipamento de Proteção Individual e remete ao preparo de profissionais para evitar ameaças à sua segurança e saúde no ambiente de trabalho.

Aventais, botas e máscaras específicas e escudo de proteção facial são alguns exemplos de EPIs.

Há ainda o Equipamento de Proteção Coletiva (EPC). Nesta modalidade, estão inclusas as medidas para evitar a contaminação coletiva.

Um exemplo é a construção de alas específicas para o tratamento de pacientes com sintomas ou confirmação de Covid-19, a fim de conter o avanço da doença.

Tecnologia

A utilização de soluções tecnológicas na saúde traz grandes vantagens quando o assunto é biossegurança. 

Um software de gestão da saúde, como o Hygia, que é voltado ao setor público, disponibiliza em sua plataforma um módulo voltado à gestão de farmácias. 

Desta forma, há uma maior eficiência, além de agilidade, no controle da dispensa de medicamentos e insumos, evitando fraudes e descontroles no processo de gerenciamento das demandas.

Leia também: Sistema de gestão em saúde: Como implantar em municípios pequenos?

 

Biossegurança

Módulo de gestão de farmácia do Hygia

Neste momento de pandemia, em que há alta demanda de atendimentos médicos, a utilização de uma ferramenta como o Hygia é de gran valia tanto para os profissionais de saúde quanto para os gestores, que poderão acompanhar todo o processo de utilização e dispensa de medicamentos e insumos e, assim, otimizar a distribuição de recursos.

Leia também: Gestão de medicamentos: Como a automatização melhora o processo?

O Hygia possui duas versões:

  • Full: é a versão mais robusta do sistema, personalizada de acordo com as necessidades específicas das unidades de atendimento dos municípios. 
  • Lite: é a versão mais compacta da solução, desenvolvida para prefeituras com até 100 mil habitantes. Além de promover a informatização das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), o sistema está integrado à atenção especializada, farmacêutica e de urgência e emergência.

A gestão de farmácia nas unidades de atendimento médico é fundamental para a biossegurança ambiental, dos profissionais e pacientes.

O descarte correto de materiais hospitalares, medicamentos e insumos deve atender às boas práticas citadas anteriormente.

Desta forma, os gestores públicos proporcionam um ambiente de trabalho e atendimento, seguro, além de promover uma economia de recursos com uma gestão inteligente.

Leia também: Informatização na saúde: Tecnologia no combate a doenças contagiosas

Neste artigo, você entendeu o que é a biossegurança, como ela impacta em uma gestão eficiente, além de conhecer mais sobre o Hygia, nossos sistema de gestão da saúde, voltado ao setor público.

Esperamos que o conteúdo tenha sido útil para você. Até a próxima!

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *