Com o início de um novo ano, uma das primeiras providências tomadas é a marcação de uma consulta médica para a realização do check-up.

Entenda a importância do procedimento para a gestão da saúde pública e para os pacientes!

Quais os impactos do check-up?

Quando o paciente não realiza seu check-up com periodicidade, os impactos para a saúde pública devem ser somados aos prejuízos ao próprio indivíduo, caso este apresente problemas de saúde posteriormente, que poderiam ter sido evitados ou tratados antes.

O tratamento costuma ser bem mais custoso do que a prevenção.

Por quê?

O número de leitos diminui, visto que há um aumento na demanda de pessoas precisando de internamento e tratamento. Consequentemente, temos a superlotação dos hospitais.

Este cenário implica ainda na contratação de profissionais de saúde.

Quanto mais demanda houver, maior a necessidade de admissão de especialistas para o seu suprimento.

Caso o paciente necessite de cuidados médicos pela falta de prevenção, o Governo terá, ainda, custos com medicamentos, insumos, equipamentos, exames, entre outros, referentes ao tratamento e cuidado com aquele indivíduo.

Para mudar este cenário, vale a pena investir em campanhas públicas de conscientização, para a realização de exames rotineiros, dentro dos prazos corretos.

No SUS, o modelo de prevenção de patologias é pautado nos serviços de atenção primária ou atenção básica.

Os profissionais participantes deste modelo acompanham os indivíduos quando sadios, visando à prevenção de doenças.

No Brasil, estes serviços são oferecidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e por equipes do Programa Saúde da Família.

Nas cidades com menos de 30 mil habitantes, a frequência com que as pessoas são internadas por causa de complicações evitáveis pela atenção primária é maior.

Diante disso, é preciso que haja campanhas públicas de fomento à promoção da saúde e à prevenção de doenças.

Assim, o paciente ganha qualidade de vida e o setor público economiza, podendo investir mais na saúde coletiva como um todo.

Check-upO que é o Check-up?

Os exames médicos de rotina que são realizados periodicamente são denominados check-up.

Eles são específicos de acordo com a idade, sexo, histórico familiar e pessoal do paciente.

Um dos principais objetivos destes exames é a prevenção das doenças através de informações e ações, como:

  • Vacinação;
  • Orientações médicas;
  • Dietas;
  • Utilização de ferramentas voltadas à criação de uma rotina de atividades físicas;
  • Conscientização.

Durante a realização do check-up, é interessante que os resultados dos exames feitos anteriormente sejam levados ao médico para efeitos de comparação.

O check-up deverá ser realizado pelo menos duas vezes ao ano. 

Leia também: Hora Marcada: facilite o agendamento de consultas no seu município

Diagnóstico precoce

O diagnóstico precoce pode representar uma chance de cura ou prevenção muito maior para uma série de doenças. Podemos ter como exemplo o câncer.

Uma doença silenciosa, que, se não for diagnosticada a tempo, pode ser sintomática em sua fase mais avançada e não apresentar muita perspectiva de tratamento e cura.

Durante a realização dos exames de rotina, a revisão da saúde é feita de forma sistemática, individualizada e humanizada.

O médico levantará as informações do paciente através da anamnese, em que questionará sobre o seu cotidiano, atividade profissional, lazer, histórico familiar, hábitos e doenças pré-existentes, entre outras informações que julgar necessárias.

Por sua vez, durante a consulta de check-up, o paciente deverá informar ao médico possíveis sintomas, queixas e diferentes sinais percebidos.

A partir daí, o médico indicará os exames específicos, de acordo com as características individuais de cada paciente, baseado em:

  • Fatores de risco;
  • Histórico precoce de doenças;
  • Histórico familiar.

O paciente deverá exercer seu papel, seguindo as orientações dadas pelo médico e realizando os exames solicitados.

Desta forma, o diagnóstico correto é alcançado, melhorando a qualidade de vida do paciente e otimizando as chances de cura para eventuais patologias.

Hora Marcada: ferramenta para marcar consultas no SUS

O aplicativo “Hora Marcada” indica datas e horários em que é possível agendar consultas e exames nas unidades do SUS. Ele também permite o cancelamento e reagendamento de consultas médicas.

A ferramenta está atrelada ao Hygia Agendamentos, módulo que pode ser adquirido por unidades de saúde em São Paulo, para que agilizem a marcação de atendimentos médicos. Clique aqui e saiba mais!

Gratuito e disponível para as plataformas Android e IOS, o app está disponível nas lojas de aplicativos Google Play e Itunes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *