As soluções de cloud computing, ou computação em nuvem, têm sido cada vez mais adotadas na área da saúde. Desde o processo de agendamento aos eficientes prontuários eletrônicos que compilam todo o histórico do paciente, a tecnologia favorece a humanização no atendimento ao automatizar procedimentos burocráticos que prejudicam a experiência dos usuários com os serviços de saúde.

Um estudo realizado pela empresa de pesquisas norte-americana Markets and Markets indicou que o uso da cloud computing no mercado da saúde – que inclui hospitais e clínicas médicas – deve movimentar cerca de 9,5 bilhões de dólares até o ano de 2020.

As empresas e instituições encontram na computação em nuvem um ambiente on-line para o qual é possível migrar toda a sua infraestrutura de TI. Deste modo, sistemas, dados e informações de naturezas diversas vão para a nuvem e podem ser acessados a qualquer momento pela internet, por meio de um navegador.

Os benefícios, neste caso, passam por redução de custos, otimização de processos e, como anteriormente apontado, melhoria no atendimento aos pacientes.

Esta é, inclusive, a proposta que permeia o Hygia Agendamentos, uma versão compacta e econômica do nosso sistema de gestão da saúde, destinada especificamente ao agendamento de consultas e exames nas unidades de saúde do SUS. Integrado ao aplicativo Hora Marcada, do Governo de São Paulo, permite que os cidadãos programem consultas diretamente de smartphones ou tablets. Para isso, basta que tenham acesso à internet.

cloud computing na saude

Saúde na nuvem: principais vantagens da cloud computing

Entenda, a seguir, alguns dos principais benefícios de se empregar a cloud computing na área da saúde.

Mais segurança para dados dos pacientes

Justamente por ser um dos ambientes mais seguros para o armazenamento de dados, a nuvem é utilizada, por exemplo, para armazenar informações financeiras – você provavelmente utiliza o internet banking – e uma série de dados clínicos de pacientes.

Os documentos e arquivos armazenados em pastas não só correm o risco de serem perdidos, como também há a possibilidade de falhas na comunicação decorrentes da caligrafia. Diante disso, uma solução de cloud computing torna mais seguro o manuseio dos dados, respeitando os requisitos do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Prontuário eletrônico

Com o prontuário eletrônico, todas as informações do paciente ficam disponíveis para consulta universal, em um único lugar. Apesar de a ferramenta já existir antes da computação em nuvem, ela foi impulsionada por esta tecnologia, cujos benefícios incluem:

  •  Manter registros por tempo indeterminado.
  •  Permitir que o médico responsável acesse e edite o prontuário de onde estiver.
  • Resguardar a confidencialidade dos dados.
  • Eliminar erros de transcrição ou que afetem a legibilidade.

Integração de dados

Como os documentos e informações clínicas dos pacientes estão armazenados na nuvem, eles garantem a obtenção prática de dados para os médicos, como histórico de saúde, agendamentos e receituários. O cruzamento deste tipo de dado oferece uma visão integral do paciente e ajuda a melhorar e humanizar o atendimento.

Humanização no atendimento

Ao contribuir com a automatização de processos burocráticos, a cloud computing ajuda médicos e demais profissionais de saúde a se dedicarem exclusivamente aos pacientes, beneficiando o atendimento humanizado. Ao tornar as informações muito mais acessíveis, ajuda na otimização do tempo e no foco naquilo o que é importante, de fato.

Redução de custos

Finalmente, no longo prazo, a adoção da computação em nuvem ajuda na redução com custos de manutenção de TI, já que dispensa altos investimentos com instalações, atualizações e manutenções de servidores e outros equipamentos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *