Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

No post de hoje, vamos falar sobre o papel do enfermeiro como gestor da saúde pública!

Falta de insumos, superlotação, falta de mão de obra qualificada, desfalque no quadro de médicos e funcionários e equipamentos quebrados são algumas questões corriqueiras neste sentido.

Em um cenário problemático e urgente, é necessário que os profissionais se adequem às necessidades, tornando-se multifuncionais.

Confira como o enfermeiro desenvolve o papel de gestão da saúde!

Enfermeiro Gestor: Entenda sua importância na saúde pública

O ritmo agitado das instituições de saúde demanda agilidade de toda a equipe, principalmente dos técnicos de enfermagem e enfermeiros.

São exigidas qualificações dos profissionais, e os enfermeiros não ficam atrás.

Além dos conhecimentos técnicos inerentes à profissão, eles precisam ser capacitados e treinados para exercer liderança.

Geralmente, pensamos que apenas o médico comanda a equipe de saúde, mas estamos diante de um cenário em que o papel de gestão é dividido entre profissionais.

Isso acontece devido ao crescente número de atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O enfermeiro desenvolve um papel assistencial acentuado, visto que ele é o profissional que tem mais contato com o paciente durante a estada na unidade de saúde.

A equipe de enfermagem é responsável pela utilização e dispensa de medicamentos e insumos, realizando um controle através de sistemas de gestão em saúde.

Entre as responsabilidades do enfermeiro, podemos citar:

  • Administração da assistência em todas as áreas de prestação de serviços desenvolvidas no hospital;
  • Planejamento;
  • Organização;
  • Direcionamento;
  • Cobrança de resultados;
  • Avaliação dos processos de trabalho que envolvem a assistência ao paciente.

O enfermeiro é o profissional que conhece os detalhes dos processos operacionais e de apoio no cotidiano da instituição de saúde.

Atendimento direto ao paciente e seus familiares e suporte e interface à equipe multidisciplinar estão entre as principais atividades desenvolvidas durante a atuação da enfermagem.

Leia também: O papel do médico na gestão da saúde pública

Enfermeiros na gestão da saúdeEvolução das atividades laborais dos enfermeiros

Antigamente, a função do enfermeiro era prestar auxílio ao médico.

O papel de gestão e liderança era voltado ao médico principalmente.

Porém, houve uma evolução do setor da saúde com inserção de novas tecnologias, novos procedimentos e novas formas de modelos assistenciais.

Esta “reviravolta” também demandou uma mudança na forma de gestão e nas atividades desenvolvidas pela equipe de saúde.

Os enfermeiros assumiram um papel de liderança. Além de auxiliarem o médico e cuidarem dos pacientes, os profissionais de enfermagem agora têm suas atividades voltadas à gestão.

Era comum que o profissional enfermeiro assumisse a posição de chefe do setor; porém, com as mudanças, ele se tornou um importante aliado na gestão da saúde como negócio.

Vamos entender melhor as atividades designadas ao enfermeiro como gestor na saúde pública?

É imprescindível que o profissional tenha:

  • Visão abrangente do negócio;
  • Capacidade de condução do conjunto;
  • Participação no gerenciamento dos custos envolvidos no processo assistencial ao paciente;
  • Capacidade de mostrar evidências que a prática escolhida apresenta o melhor custo-efetivo.

A melhoria contínua dos processos operacionais e estratégicos da instituição faz parte do modelo gerencial e precisa ser demonstrada através de resultados mensurados por indicadores de qualidade e de produtividade.

Diante deste cenário exigente, o enfermeiro precisa ter conhecimento e capacidade de gestão, para alcançar a excelência na prestação de serviços tanto na rede pública quanto na rede não-pública.

No cotidiano, em seu ambiente de trabalho, o enfermeiro que adota a postura de gestor é responsável por:

  • Organizar a equipe no ambulatório e dividi-la para que todos os pacientes estejam protegidos pela supervisão técnica;
  • Instruir os demais técnicos em enfermagem sobre os cuidados com uso de equipamentos e medicações;
  • Fiscalizar se os procedimentos sanitários e de higiene estão sendo seguidos;
  • Fiscalizar se os atendimentos são prestados com rapidez, sem erros e com satisfação por parte dos usuários. 

Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) auxilia enfermeiros gestores

Desde 2017, a utilização do Prontuário Eletrônico do Cidadão tornou-se obrigatória nas Unidades Básicas de Saúde.

Um dos principais objetivos do sistema de gestão é a informatização das instituições de saúde, promovendo a digitalização das fichas escritas manualmente, prescrições médicas que são ilegíveis e relatórios médicos fragmentados.

Não podemos deixar de citar o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), que além de possuir mais funcionalidades que o PEC, permite o acesso aos dados dos pacientes, até mesmo fora da instituição de saúde, quando armazenados através de computação em nuvem.

Assim, as informações dos pacientes – como resultados de exames, medicações e outros procedimentos realizados – ficam registrados em apenas um lugar. Isso garante maior segurança e controle assistencial.

Para os enfermeiros, estas ferramentas de gestão em saúde são essenciais, já que, além de permitirem acompanhamento em tempo real, também indicam se o remédio prescrito está sendo aplicado corretamente e na dosagem prescrita, prevenindo erros.

Vantagens do Sistema de Gestão em Saúde

  • Controle e monitoramento de referenciais de desempenho e mensuração dos resultados;
  • Identificação dos custos dos medicamentos utilizados;
  • Identificação das flutuações sazonais das doenças e dos enfermeiros mais produtivos, sobrecarregados ou ociosos;
  • Identificação da taxa de retorno sobre a alta.

Conheça o Hygia

O Software de Gestão Hygia é desenvolvido para automatizar processos e promover a integração entre as unidades de saúde da rede pública.

O sistema também realiza a informatização de clínicas universitárias, garantindo mais eficiência para a gestão da saúde, com redução de filas e atendimento mais humanizado.

Prontuário Eletrônico Universal, informatização do SAMU e módulo para gestão de farmácias fazem parte da ferramenta.

Saiba mais!


Anne Coifman

Jornalista de formação, sou apaixonada pela área da saúde pública, possuindo vasta experiência em Secretaria Estadual de Saúde e Vigilância Sanitária. Sempre atenta, busco o melhor das informações para proporcionar melhorias na gestão das unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *