O Sistema de Prontuário Eletrônico é de extrema importância no cenário da saúde. A transformação digital favorece não só os profissionais do setor, como também os pacientes, que passam a usufruir dos serviços de maneira mais segura e eficiente.

Neste artigo, você entenderá a importância da utilização de um sistema de prontuário eletrônico em cenários de larga escala, como a pandemia de Covid-19.

Continue a leitura!

Sistema de Prontuário Eletrônico: Entenda seu funcionamento

A transformação digital se faz presente praticamente todos os dias nos hospitais. Seja na utilização de um novo equipamento ou em um novo modelo assistencial, a tecnologia tornou-se essencial na prestação de serviços de saúde.

Com a adoção das novas tecnologias, consequentemente há a geração de dados que precisam ser incorporados em um sistema. Entra em cena, então, o prontuário eletrônico.

O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) foi implementado no Brasil em 2002 e suas características, definidas na resolução 1.638/02, pelo Conselho Federal de Medicina.

Em seu artigo 1º, a resolução define:

“Prontuário médico como o documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo”.

O sistema de prontuário eletrônico funciona da seguinte forma: todas as informações clínicas e administrativas do paciente são coletadas e registradas em formato que permite o armazenamento online, em um sistema. Este possibilita que o registro seja distribuído entre as clínicas, hospitais e laboratórios, além de ser compartilhado com outros profissionais de saúde (equipe multidisciplinar).

Confira, a seguir, algumas vantagens do PEP:

  • Histórico de dados dos pacientes;
  • Otimização nas tomadas de decisões;
  • Segurança das informações;
  • Acesso remoto;
  • Agilidade;
  • Monitoramento do estado clínico do paciente.

Leia também: Covid-19: Entenda o impacto do vírus na gestão da saúde pública

Sistema de Prontuário Eletrônico: Por que é importante durante uma pandemia?

Atualmente, estamos vivenciando a pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). Neste cenário atípico pelo qual o setor da saúde vem passando, a organização do fluxo de trabalho, acolhimento e, principalmente, disposição dos dados do paciente são fundamentais para uma gestão eficiente.

Durante uma pandemia, em que a demanda pelos serviços de saúde aumenta, é primordial que os profissionais da saúde obtenham o acesso imediato ao prontuário do paciente, em que consta todo o histórico do mesmo.

Deve haver a interoperabilidade do sistema. Isso quer dizer que os dados devem estar unificados em um só lugar, no formato correto e no momento certo, para responder rapidamente e coordenar as ações e tomadas de decisões.

Quando falamos em interoperabilidade, nos referimos à permissão de acesso e compartilhamento dos dados por todo o sistema público de saúde.

No caso da pandemia, o sistema permite a melhora do monitoramento e informação de casos suspeitos e confirmados, regimes de tratamento, condições anormais, entre outras informações, além de permitir a compreensão mais ágil acerca do comportamento da doença em uma determinada população.

Desta forma, há a possibilidade de realização de intervenções mais assertivas e eficazes de contenção e/ou mitigação.

O sistema de prontuário eletrônico também facilita o uso da telemedicina, a qual foi liberada em caráter emergencial, enquanto durar a pandemia de Covid-19, através da Portaria nº 467 do Ministério da Saúde, publicada ao final de março, e da Lei nº 13.989/20, de 16 de abril.

Sendo assim, o profissional de saúde consegue monitorar os pacientes que testaram positivo para a Covid-19 e que estiverem em isolamento domiciliar e, também, continuar a orientação aos pacientes negativos que podem ser tratados remotamente.

É importante que informações pessoais do paciente estejam ao alcance imediato do profissional de saúde. Dentre elas, podemos citar:

  • Consultas recentes;
  • Resumo de altas médicas;
  • Medicamentos;
  • Alergias;
  • Vacinas;

Leia também: Gestão de medicamentos: Como a automatização melhora o processo?

O sistema de prontuário eletrônico e a interoperabilidade andam juntos. Enquanto o prontuário eletrônico armazena os dados do paciente, a interoperabilidade é responsável por intercambiar os dados de forma precisa, eficaz e sistemática.

Ou seja, permite o acesso e compartilhamento das informações clínicas de um paciente, a despeito do formato ou do local onde estejam guardadas. A interoperabilidade do sistema de prontuário eletrônico possibilita que os profissionais de saúde tenham uma visão global acerca do paciente e, desta forma, consigam obter uma melhor compreensão do estado clínico e sintomático.

Conheça o Hygia: Sistema de Gestão da Saúde Pública

O Hygia é um sistema multiusuário que tem como objetivo o gerenciamento das atividades ligadas à assistência à saúde, além do registro permanente dos prontuários dos pacientes. Ele permite a automatização de processos e integração entre as unidades do sistema de saúde da rede pública.

A solução possui duas versões para prefeituras:

  • Hygia Full: Reúne todas as funcionalidades de um software robusto para a gestão da saúde. O sistema é customizado para atender com eficiência e agilidade às demandas das unidades de saúde, presentes nas prefeituras de grandes cidades.
  • Hygia Lite: É uma versão compacta do software de gestão da saúde, desenvolvida para prefeituras de cidades com até 100 mil habitantes. Além de promover a informatização das Unidades Básicas de Atendimento (UBSs), o Hygia Lite está integrado à atenção especializada, farmacêutica e de urgência / emergência.

Todas as informações do paciente são integradas ao sistema de prontuário eletrônico, também presente na ferramenta, e disponibilizadas no DATASUS, sistema do Ministério da Saúde.

Acesse nosso site e conheça todas as funcionalidades do Hygia.

Até a próxima!

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *