Promover a redução no tempo de espera dos pacientes que buscam atendimento médico nas instituições do Sistema Único de Saúde (SUS), não é considerada uma atividade fácil.

Muitas vezes, várias pessoas buscam auxílio médico ao mesmo tempo, gerando grandes filas, demoras no atendimento, além de comprometer a performance dos profissionais de saúde que, por vezes, ficam sobrecarregados.

Porém, a boa notícia é que a tecnologia por meio dos sistemas de gestão da saúde, como o Hygia, possibilita o gerenciamento do fluxo de pacientes, organização do fluxo de atendimentos, classificação de risco e, claro, a otimização dos atendimentos.

O reflexo é a redução no tempo de espera dos pacientes, além da promoção de uma assistência humanizada e ágil.

Neste artigo confira 3 dicas para proporcionar a redução no tempo de espera dos pacientes e entenda como um sistema de gestão da saúde completo, como o Hygia, pode auxiliar na informatização das unidades de atendimento médico do SUS.

Continue a leitura!

Redução no tempo de espera dos pacientes: Saiba a sua importância

Ao buscar atendimento médico, o tempo passa a ser uma questão muito importante para o paciente.

O pronto atendimento é uma das principais formas de acesso aos cuidados médicos e o tempo entre a admissão e o momento da assistência em si, é um fator decisivo tanto para o paciente, quanto para a unidade de saúde.

A busca por acompanhamento, realização de exames e procedimentos eletivos, ou seja, não emergenciais, também necessita de atenção por parte dos profissionais e gestores que lidam com o gerenciamento de agendas.

Caso não haja um planejamento adequado, os pacientes enfrentarão longos períodos até conseguir agendar uma data para o seu procedimento de saúde.

Leia também: Experiência do Paciente: Confira 5 dicas para melhorá-la!

Sendo assim, contar com a tecnologia é um passo fundamental para que os gestores e profissionais de saúde possam gerenciar a unidade de saúde de forma eficiente proporcionando agilidade, humanização, organização e, claro, a redução no tempo de espera dos pacientes.

O Hygia é um sistema de gestão da saúde pública completo, que também possui uma versão compacta e econômica para o agendamento de consultas e exames. O módulo Hygia Agendamentos agiliza a marcação de atendimentos médicos nas unidades de saúde da rede pública. Veremos a seguir!

Leia também: Hora Marcada: Facilite o agendamento de consultas em seu município

Confira 3 dicas para otimizar a sua gestão e promover a redução no tempo de espera dos pacientes por atendimento médico!

1.Atente-se à gestão do fluxo de pacientes

Quando falamos em gestão do fluxo de pacientes, é importante ressaltar que não estamos nos referindo apenas ao controle do número de pacientes que dão entrada na unidade de saúde, ou, apenas ao tempo de espera.

É importante que os gestores tenham dados referentes à instituição completa, desde a parte operacional até a assistência ao paciente, descobrindo assim, possíveis gargalos existentes para que possam melhorar o fluxo de pacientes e desta forma, reduzir o tempo de espera.

Contar com um sistema de gestão da saúde pública permite que todos os dados relevantes para a alta administração sejam reunidos em um único local, possibilitando maior assertividade e controle das etapas do fluxo de atendimento.

redução no tempo de espera do paciente

 

2. Utilize o Hygia Agendamentos

Como já dissemos, o Hygia é um sistema de gestão da saúde pública que possui diversos módulos, inclusive o referente aos agendamentos de consultas. O sistema foi o primeiro a ser integrado ao aplicativo Hora Marcada, do Governo de São Paulo.

Por meio do aplicativo, os cidadãos conseguem programar consultas no Sistema Único de Saúde (SUS) diretamente de smartphones ou tablets.

O Hygia Agendamentos pode ser integrado ao sistema de gestão de saúde já adotado nas unidades de atendimento de uma prefeitura ou município, não sendo necessária a alteração do sistema utilizado na região.

Este módulo garante que a população tenha acesso ao aplicativo Hora Marcada, permitindo que as unidades de saúde não precisem investir em infraestrutura, já que todo o processo é realizado por meio do celular do próprio paciente.

Desta forma, as unidades que optarem por utilizar o Hygia Agendamentos, estarão contribuindo ativamente para a redução no tempo de espera dos pacientes que estão em busca de assistência médica.

3. Utilize painéis de atendimento

A informatização da recepção das Unidades Básicas de Saúde e dos hospitais de média e alta complexidade, também contribui para a agilidade do atendimento médico.

O rápido acesso às informações cadastrais, além do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), possibilitam que os colaboradores agilizem o processo admissional do paciente evitando a formação de filas e consequentemente demora até a assistência.

Os painéis de atendimento podem incluir dados que evidenciem a situação de cada indivíduo, sua localização na unidade de saúde, além de estimativas de tempo até a próxima etapa e a sua classificação de risco.

Sobre o Hygia

Desenvolvido por especialistas, o Hygia é um sistema de gestão da saúde customizável, voltado à prefeituras de grandes e pequenos municípios.

A solução possui duas versões. O Hygia Full, reúne todas as funcionalidades de um software robusto para a gestão da saúde, além de ser customizado para atender com eficiência as demandas das unidades de saúde presentes em prefeituras de grandes cidades.

Já a versão Hygia Lite foi desenvolvida para prefeituras de pequenos municípios, com até 100 mil habitantes. Além de promover a informatização das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a solução está integrada à atenção especializada, farmacêutica e de urgência / emergência.

Para conhecer todas as funcionalidades do Hygia, acesse nosso site e tire suas dúvidas com nossos especialistas!

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Anne Coifman

Jornalista de formação, sou apaixonada pela área da saúde pública, possuindo vasta experiência em Secretaria Estadual de Saúde e Vigilância Sanitária. Sempre atenta, busco o melhor das informações para proporcionar melhorias na gestão das unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *