Você sabe o que é saúde coletiva? Este é um termo constituído em uma área de conhecimento multidisciplinar, advinda do conhecimento das ciências biomédicas e das ciências sociais.

Um dos termos que passou a ser alvo de numerosas pesquisas é o conceito de saúde coletiva. Se você já se deparou com este tema, bastou realizar uma simples procura do termo nos buscadores e visualizar a enxurrada de conteúdos a respeito desse campo de estudo – quase 2 milhões de resultados.

Como muitos podem não saber o que é saúde coletiva, este é um termo ramificado do campo de estudo da saúde pública, cujo objetivo é investigar as principais causas das doenças e encontrar meios de planejar e organizar os serviços de saúde.

Alguns indicadores de saúde coletiva são constantemente comparados aos conceitos de saúde pública. Mesmo que o termo seja similar (conforme explicado nos próximos tópicos), existem diferenças sensíveis entre ambas importâncias – afinal, nem toda saúde pública é coletiva, assim como nem toda saúde coletiva é pública.

Conhecer este conceito, propõe o assunto da saúde coletiva em debate um tema relevante e fundamental para qualquer profissional que esteja envolvido com a área. Nos próximos tópicos apresentamos a importância da saúde coletiva, os desafios, políticas e práticas profissionais e outros pontos que enriquecem a leitura. Acompanhe no Blog do Hygia!

Diferença sobre o que é saúde coletiva e saúde pública

Qual a Diferença Entre Saúde Coletiva e Saúde Pública?

É provável que você já tenha encontrado os termos de saúde pública e saúde coletiva sendo usadas como se fossem sinônimos. Entretanto, existem diferenças conceituais entre ambas que refletem a movimentos históricos e processos de luta.

A saúde pública é uma área do conhecimento ligado ao diagnóstico e ao tratamento de doenças, de modo dentro de uma comunidade possa garantir e assegurar ao cidadão um padrão de vida que garanta assistência à saúde.

Já a saúde coletiva, por outro lado, surge para designar novos conceitos e projeções da disciplina. A partir disso, resultou-se um movimento sanitarista latino-americano e da reforma sanitária no Brasil.

O movimento da reforma sanitária surge no início da década de 1970. Um termo usado para referenciar um conjunto de ideias relacionadas às transformações necessárias na área da saúde e bem-estar, em busca de melhorar a qualidade de vida da população.

As propostas da Reforma Sanitária resultaram na universalidade do direito à saúde, sendo assim oficializado na Constituição de 1988 e dando início ao conhecido Sistema Único de Saúde (SUS).

A prática da saúde coletiva requer do profissional muita atenção e visão universal, visto que requer desta pessoa muito mais do que observação, diagnóstico e prescrição médica ao paciente – entra aqui o que se propõe para a humanização do atendimento médico.

O sanitarista – profissional que se especializou em saúde coletiva – pode gerir unidades de serviço de saúde, desenvolver propostas de políticas que viabilizem a promoção da saúde pública no país, além de atuar como um docente ou pesquisador acadêmico.

médico mexendo no notebook

Qual a Importância dos Estudos Sobre o que é Saúde Coletiva?

As especializações nas áreas de saúde têm sido extremamente significativas para os avanços na saúde, desde gestão até novas soluções e estratégias de combates às doenças. A saúde coletiva se divide em quatro tipos de especializações:

  • Epidemiologia – estuda a distribuição na população e nos territórios de doenças e de seus mecanismos de transmissão;
  • Gestão e análise dos serviços de saúde – estuda e promove a administração dos serviços de saúde;
  • Promoção da saúde – estudo e desenvolvimento de políticas e estratégicas que favoreçam a promoção da saúde;
  • Saúde da família – estuda e desenvolve estratégias que possibilitem a promoção da saúde da família;

Esses estudos colaboram para elucidar os principais indicadores de saúde coletiva e conhecer o perfil dos problemas de saúde da população.  Com estes estudos fica mais fácil desenvolver planejamentos estratégicos para realizar uma gestão de saúde mais eficaz.

Mulher correndo na esteira

Quais são os 8 Tipos de Saúde do Corpo Humano

Durante muitos anos, acreditava-se que os únicos tipos de doenças que poderiam afetar a saúde de um indivíduo seria apenas o que afetasse o corpo em sua matéria. Porém, de acordo com os estudos de saúde coletiva, sabe-se que essa não é a única parte do corpo atingida.

Ao estudar o que é saúde coletiva, cientistas provaram que existem 8 tipos de saúdes do corpo humanos para se atentar, sendo elas:

  1. Saúde física – sobre estar em forma, ter energia suficiente para o seu trabalho diário e suas atividades de lazer. A saúde física envolve ficar de repouso e ter noites de sono adequadas, além de um consumo equilibrado de nutrientes.
  2.  Saúde emocional – A saúde emocional ou mental é o bem-estar psicológico. O que pode incluir a forma de como você se sente em relação a si mesmo, a qualidade das relações e a capacidade de controlar seus sentimentos.
  3. Saúde espiritual – De acordo com estudo realizado pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, as pessoas que tem algum tipo de prática espiritual, vivem em média 29% mais. Os médicos observam melhora no quadro de depressão, stress, doenças do coração e pressão alta.
  4. Saúde intelectual – Este tipo de saúde envolve a habilidade de pensar com clareza e lógica. A saúde intelectual permite enxergar uma série de perspectivas, vontade de considerar novas ideias, capacidade de avaliar riscos e estimular a criatividade e a imaginação.Menino segurando cofrinho
  5. Saúde financeira – Um sinal de que essa área não vai bem é comprar algo e logo em seguida enfrentar o temor sobre como fará para pagar o que adquiriu.
  6. Saúde familiar – A harmonia com a família é um fator de importância para a saúde coletiva.
  7. Saúde profissional – A saúde profissional está tão ligada ao seu desempenho como a forma que você fica o dia trabalhando. Para quem trabalha sentado, a atenção é redobrada para se atentar a: altura do monitor, altura da cadeira, altura do encosto, atenção a postura e posição das mãos.
  8. Saúde social – Envolve a capacidade de interagir positivamente com amigos, familiares e outros membros da comunidade. Outro aspecto é a habilidade de utilizar diversas atitudes em uma série de contextos para eventos.

Gostou do texto? Agora você sabe o que é saúde coletiva e conhece os indicadores de saúde necessários para nossa rotina. Deixe sua opinião nos comentários para enriquecer o debate! Até mais!

Categorias: Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *