Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

As Redes de Atenção à Saúde são consideradas um conjunto de ações e serviços de saúde que são articulados em níveis de complexidade crescentes, cujo objetivo é a garantia da integralidade da assistência à saúde mediante referenciamento do usuário na rede regional e interestadual do Sistema Único de Saúde (SUS).

Desta forma, os serviços de saúde são ofertados de forma contínua e integral à determinada população, sendo coordenada pela Atenção Primária à Saúde, com qualidade, humanização, responsabilidades sanitárias e econômicas.

Neste post, vamos abordar o que são as Redes de Atenção à Saúde, suas vantagens e impactos na gestão do SUS.

Saiba, também, a importância de contar com um sistema de gestão da saúde pública, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Continue conosco!

Redes de Atenção à Saúde: Entenda seu conceito

Como dissemos anteriormente, as Redes de Atenção à Saúde possuem ações e serviços de saúde organizados de forma conjunta e integradas por meio de sistemas de apoio técnico, logístico e de gestão, buscando garantir a integralidade da assistência ao paciente.

O Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011 regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa.

Em seu segundo parágrafo, ele dispõe sobre as Regiões de Saúde. Elas são constituídas por um aglomerado de municípios com a finalidade de integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de saúde.

Sendo assim, as Regiões de Saúde também são referências para a transferência de recursos entre os entes federativos.

Além, disso, devem conter ações de:

  • Atenção Básica
  • Atenção Psicossocial
  • Vigilância à Saúde
  • Urgência / Emergência
  • Atenção Ambulatorial, especializada e hospitalar.

Agora que entendemos o que são regiões de saúde, podemos falar que as Redes de Atenção à Saúde estarão compreendidas no âmbito de uma região de saúde, ou, em várias delas.

Tipos de Redes de Atenção à Saúde no SUS

Existem vários tipos de Redes de Atenção à Saúde no SUS. Dentre eles estão:

  • Rede Cegonha;
  • Atenção Psicossocial;
  • Atenção às Urgências e Emergências;
  • Atenção às Doenças e Condições Crônicas;
  • Rede de Cuidado à pessoa com Deficiência.

Por que implantá-las na gestão?

As vantagens da implementação das Redes de Atenção à Saúde, são inúmeras, mas podemos citar algumas delas:

  • Diminuição da fragmentação histórica do sistema de saúde;
  • Promoção da orientação dos funcionários;
  • Diminuição de custos;
  • Atuação de forma organizada, permitindo o monitoramento e avaliação dos serviços;

Entre outras.

Importância de realizar uma gestão eficiente no SUS

Em 2019, quando a pandemia de Covid-19 ainda não havia chegado ao Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou uma pesquisa que aponta 71,5% dos brasileiros (mais de 150 milhões de pessoas) que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS) para algum tratamento de saúde.

Porém, com o avanço da pandemia, o cenário mudou drasticamente. Com muitos desempregos e a piora na transmissibilidade da doença, o SUS passou a ser buscado com muito mais frequência e por um número ainda maior, chegando a obter 100% de ocupação nos seus leitos.

Com a alta demanda, realizar uma gestão eficiente de recursos, insumos, medicamentos, leitos, equipes e equipamentos, tornou-se ainda mais fundamental para que as unidades de saúde continuassem operando de forma a prestar assistência aos pacientes.

As instituições que não contam com um sistema de gestão da saúde, terminam com custos muito altos, ineficiência, contribui para a exaustão dos profissionais, além de aumentar a chance de erros e perdas de documentos.

Um sistema de gestão completo como o Hygia, proporciona agilidade nos processos internos das instituições, redução de custos, além de promover o acesso ao prontuário eletrônico do paciente.

As atividades se tornam centralizadas em um único local, permitindo maior eficiência no gerenciamento da instituição de saúde. 

Conheça o Hygia

Desenvolvido por especialistas, o Hygia é um sistema de gestão da saúde, voltado ao SUS, cujo objetivo é a automatização dos processos e a promoção da integração entre as unidades de saúde da rede pública.

Além disso, a solução também realiza a informatização de clínicas universitárias e assim garante mais eficiência para a gestão da saúde, com redução de filas e assistência humanizada.

O Hygia possui duas versões: Hygia Lite e Hygia Full. Conheça-as a seguir:

  • Hygia Lite: É a versão compacta do software, desenvolvida para cidades com até 100 mil habitantes. Além de promover a informatização das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a solução está integrada à atenção especializada, farmacêutica e de urgência / emergência. A partir do Hygia Lite, também é possível acessar o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP).
  •  Hygia Full: Já a versão completa, reúne todas as funcionalidades de um software robusto voltado à gestão da saúde. A solução é customizada para atender com eficiência as demandas das unidades de saúde presentes em grandes cidades.

Anne Coifman

Jornalista de formação, sou apaixonada pela área da saúde pública, possuindo vasta experiência em Secretaria Estadual de Saúde e Vigilância Sanitária. Sempre atenta, busco o melhor das informações para proporcionar melhorias na gestão das unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *