Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

Realizar a gestão de equipes em unidades de saúde é fundamental, não só para manter o pleno funcionamento da instituição, como também para promover eficácia em todas as etapas dos processos, sejam eles administrativos ou relacionados à assistência ao paciente.

Nas instituições de saúde, vários processos acontecem praticamente ao mesmo tempo e, sendo assim, é de extrema importância que elas contem com equipes multidisciplinares e departamentos integrados para operar de forma ágil.

O papel do gestor de equipes em unidades de saúde é imprescindível para que os colaboradores estejam sempre motivados e desenvolvendo suas atividades com alta performance.

 Liderar com eficiência permitirá maior desenvoltura e humanização na assistência ao paciente, agilidade nos processos internos, evitando sobrecarga de trabalho e a síndrome de burnout nos profissionais das instituições.

Neste artigo você vai entender a importância da gestão de equipes, conferir dicas para liderar com eficiência e mais!

Continue conosco!

Gestão de equipes em unidades de saúde: Entenda sua importância

A gestão de equipes em unidades de saúde tem seu foco voltado à otimização dos processos internos que vão desde a admissão do paciente até a sua alta hospitalar.

Para que os colaboradores de diversos setores possam desempenhar seu papel com eficiência, é de suma importância que os gestores e líderes implementem a cultura da inovação, motivação e alta performance entre os profissionais, de modo que as atividades sejam realizadas de maneira mais qualificada e assertiva.

Os gestores precisam atentar-se ao gerenciamento dos recursos, insumos, medicamentos, leitos das unidades entre outros, de modo a garantir o funcionamento da operação em todos os momentos.

Leia também: Gestão de equipamentos médicos: 3 dicas para implementar em sua instituição

Por isso, contar com um sistema de gestão da saúde pública é fundamental para o sucesso de todo o gerenciamento e controle dos recursos das instituições de saúde.

Dentre os principais papéis da gestão de equipes em unidades de saúde, podemos destacar:

  • Estabelecimento e enquadramento de políticas, comunicando-as à toda a equipe e ajudando a implementá-la na unidade de saúde;
  • Otimização das operações cotidianas como gestão de recursos humanos, alocação de orçamentos e demais recursos financeiros, gestão de insumos e implementação de sistemas de TI;
  • Coordenar todos os envolvidos na instituição de saúde e atender às suas necessidades específicas, focando na assistência ao paciente;
  • Promover a motivação e o incentivo aos profissionais da instituição;
  • Identificar melhorias no fluxo de pacientes, qualidade de atendimento, entre outros processos focados no paciente;
  • Administrar o planejamento de outros projetos da instituição de saúde.

Entre outros.

Confira 5 dicas para liderar equipes de forma eficiente

Agora que vimos a importância de realizar a gestão de equipes em unidades de saúde, confira, a seguir, cinco dicas para liderar com mais eficiência!

1.Identifique as habilidades dos colaboradores

Um dos principais pontos que deve ser observado pelo gestor, refere-se à identificação das habilidades dos seus liderados.

Assim, a delegação das atividades de maneira assertiva proporcionará mais eficiência no andamento dos processos internos, além de serem mais compatíveis com as aptidões de cada integrante da equipe.

2.Delegue funções e dê autonomia

Delegar atividades e funções é importante para evitar a sobrecarga de trabalho aos profissionais envolvidos na instituição de saúde e garantir que os processos sejam realizados de forma ágil e desburocratizada.

Conceder autonomia é de extrema importância para que haja engajamento do colaborador, visto que ao conseguir direcionar melhor o seu trabalho, se sente mais motivado e produtivo.

3.Foque nos profissionais

É fundamental que o líder tenha em mente que realizar uma boa gestão de equipes em unidades de saúde também reflete a necessidade de considerar que cada profissional age e pensa de determinada forma.

 Sendo assim, é imprescindível conhecer os integrantes das equipes e os seus pontos fortes e fracos para que a gestão seja realizada de forma mais ampla e assertiva gerando benefícios para todos.

4.Conceda feedback

Para que os funcionários e colaboradores continuem desenvolvendo suas atividades da melhor forma, é importante que o gestor conceda feedbacks a fim de manter os funcionários engajados e motivados. 

Com o retorno por parte do seu gestor, o profissional compreende quais são os seus pontos positivos e também o que precisa ser aprimorado ou até mesmo eliminado.

Além disso, vale ressaltar a importância da elaboração de reuniões periódicas, para que o gestor mostre à equipe o quão importante ela é para o pleno funcionamento da instituição de saúde, além de informar que está sempre disposto(a) a ouvir, auxiliar e esclarecer dúvidas dos profissionais.

5.Conte com um sistema de gestão da saúde

Implementar um sistema de gestão da saúde pública é imprescindível para o funcionamento e andamento das atividades em uma instituição de saúde. 

O Hygia é um software de gestão desenvolvido para automatizar processos e promover a integração entre as unidades de saúde da rede pública.

A solução também realiza a informatização de clínicas universitárias, garantindo mais eficiência para a gestão da saúde, reduzindo filas e promovendo assistência humanizada.

O Hygia conta com diversos módulos que permitem o gerenciamento de recursos, insumos, leitos, controle e gestão de farmácia, além de contar com integração com o Prontuário Eletrônico do Paciente, entre outros.

Acesse o site e saiba como o Hygia pode ajudá-lo(a) na gestão de equipes em unidades de saúde e promover agilidade e eficiência no gerenciamento da instituição!

Neste artigo você conferiu a importância de realizar uma gestão de equipes em unidades de saúde e algumas dicas para liderar os profissionais.

 


Anne Coifman

Jornalista de formação, sou apaixonada pela área da saúde pública, possuindo vasta experiência em Secretaria Estadual de Saúde e Vigilância Sanitária. Sempre atenta, busco o melhor das informações para proporcionar melhorias na gestão das unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *