A tecnologia é uma ferramenta fundamental quando o assunto é inovação em qualquer setor. Na saúde, ela trouxe diversos benefícios. Neste contexto, a Saúde 5.0 é uma evolução das integrações de recursos tecnológicos trazidos pela Saúde 4.0, como o uso de sistemas de gestão em nuvem.

A Saúde 5.0 está diretamente ligada com o avanço da conectividade com o paciente, onde ele assume um papel de maior protagonismo nas diferentes fases da jornada de saúde.  

Agora, além de sistemas de gestão, Prontuários Eletrônicos de Pacientes (PEP) e registro de dados para tomadas de decisões mais precisas, o paciente se torna mais autônomo ao poder, por exemplo, controlar os batimentos cardíacos e registrar quedas bruscas por meio da utilização de um relógio inteligente.  

Continue a leitura e descubra como o conceito de Saúde 5.0 traz inovações tecnológicas e tendências para o setor ao dar continuidade a Saúde 4.0.

Confira!  

Leia também: Saúde Digital: Conheça 5 tendências para uma gestão eficiente! 

 

Maior conectividade com os pacientes 

Não dá para falar de Saúde 5.0 sem mencionar a Saúde 4.0. A agilidade trazida pelo conceito ao digitalizar documentos, como o prontuário do paciente é um passo dado rumo a transformação do setor.

O princípio da Saúde 5.0 é complementar o que foi implementado pela Saúde 4.0, ao trazer mais conectividade com os pacientes, nas etapas de consultas, tratamentos e relacionamento com os profissionais da saúde.

Em meio a pandemia da Covid-19 é que se sentiu a necessidade de uma sociedade mais conectada para a obtenção de serviços, como a de consultas médicas. Apesar de já constar em resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) desde 2002, a telemedicina foi mais disseminada e implementada no dia a dia durante o período.

A conectividade também traz um maior acesso aos dados. A área da saúde, então, trata de informações pessoais como um processo de rotina. Com a entrada da Lei Geral de Dados (LGPD), o tratamento desses dados deve ser ainda mais sensível. Baixe o nosso e-book gratuito e se informe sobre os impactos da legislação no setor. 

 

Quais tendências o conceito de Saúde 5.0 traz? 

O setor caminha para a Saúde 5.0 e isso traz algumas tendências e aplicações de novidades no dia a dia dos pacientes e profissionais da área.  

Tecnologias como a Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial, machine learning e computação cognitiva devem estar em posição de ainda maior destaque, como inovação dentro do conceito. Tudo isso vai trazer ainda mais conectividade, por meio do monitoramento e orientação de pacientes, médicos, enfermeiros e todas as partes fundamentais. 

Outra tendência trazida é a possibilidade de o paciente utilizar um wearable, dispositivo eletrônico que é acoplável, similar a peças de roupas e acessórios, como relógios, smartphones e óculos. Assim, é proporcionado um monitoramento, o que ajuda a equipe hospitalar a ter mais dados e complementar o tratamento sugerido pelos profissionais da saúde. 

Além disso, o paciente tem acesso a mais informações, como ao prontuário eletrônico. Em um contexto como esse, pode-se esperar um paciente muito mais protagonista e contestador sobre a própria jornada de saúde.

Leia também: Prontuário Eletrônico do Paciente: entenda como escolher o melhor sistema 

Para ficar por dentro de outras novidades da área da saúde, não deixe de acompanhar e ler outros artigos do nosso blog! 

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *