Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

Devido à covid-19, as pessoas vieram deixando a prática de exercícios físicos de lado. De acordo com uma pesquisa desenvolvida em 2020, pela Fiocruz, em parceria com a Unicamp e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mais da metade dos brasileiros estão sedentários, totalizando 62% dos 44 mil entrevistados, que afirmaram terem deixado todo e qualquer tipo de exercício físico.  

O sedentarismo e a pandemia preocupam as autoridades, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), que alerta sobre uma possível nova pandemia de problemas de saúde, decorrente da falta de atividade física.   

Seja antes ou após o período da pandemia da covid-19, é essencial se voltar à necessidade de cuidar da saúde por meio dos exercícios. O tema também impacta diretamente na saúde pública, que deve destacar a importância de buscar por hábitos de vida mais saudáveis. 

Continue a leitura e confira dicas para evitar os problemas causados pela ausência das atividades!

Leia também: Covid-19: Entenda o impacto do vírus na gestão da saúde pública! 

 

Como evitar o sedentarismo durante e após a pandemia?  

Já sentiu os efeitos do sedentarismo por aí? Cansaço excessivo, falta de força muscular, dor nas articulações e aumento de peso excessivos são alguns dos sinais.   

Apesar da recomendação de evitar aglomerações e exposições ao coronavírus, é possível colocar o corpo em movimento mesmo na sala ou em algum outro canto do lar doce lar.  

Com a ameaça de problemas de saúde, como a obesidade, aumento do colesterol, diabetes, problemas articulares e cardiovasculares, entre outras complicações, a OMS aumentou o tempo de atividade física recomendado para os adultos, de 150 minutos semanais para 300 minutos. Além disso, adicionar exercícios à rotina melhoram a qualidade do sono e ajudam na manutenção da saúde mental.

Então, se você está sedentário ou possui pacientes que se encontram nessa condição, continue conosco e confira, logo abaixo, algumas dicas! 

Escolha atividades agradáveis 

Algumas pessoas não são tão fãs de corrida, mas que tal fazer caminhada? Existem inúmeras opções de atividades e esportes que podem agradar a todos os gostos. Algumas delas, nem precisam de serem externas, como, por exemplo, pular corda. Separe um espaço e tempo para o seu bem-estar!

Um dia de cada vez 

A melhor opção nunca é se pressionar. Por isso, ao criar um calendário, não se pressione e crie metas atingíveis: ou seja, não queira sair do nível zero ao 10 em uma semana. Comece reservando um período de dois dias na semana e vá crescendo o tempo e dias gradualmente. Tenha certeza de que mesmo aos poucos, os efeitos já vão começar a fazer diferença.

Aproveite as escadas do prédio

O sedentarismo também está nas entrelinhas do dia a dia. Ao invés de sempre usar o elevador, prefira também utilizar as escadas. Aproveite pequenas oportunidades para colocar o corpo em movimento. Um outro exemplo é trocar o carro por uma caminhada, quando possível. 

Utilize o seu próprio corpo

Não são necessários aparelhos, como pesos ou esteiras para começar. O seu próprio corpo é a peça essencial para iniciar. Existem uma infinidade de opções, como os abdominais, flexões, polichinelo… Basta procurar qual melhor se adequa a sua rotina e espaço disponível.

Não deixe para depois 

Uma boa opção é abrir o dia já com alguma movimentação. Você pode inserir a yoga como rotina logo pela manhã, ou até mesmo, simplesmente, dar uma volta no quarteirão. Isso, com certeza, vai dar mais energia e disposição ao longo das próximas horas.

Não esqueça das metas 

É importante não se pressionar, mas também, não se esqueça das metas! Estabeleça um cronograma e não deixe de anotar ganhos e melhorias que tenha percebido.   

Aproveite os conteúdos da internet 

Vivemos em uma era conectada, e isso traz diversas facilidades e um acesso amplo à informação. Aproveite os conteúdos disponibilizados nas redes sociais e absorva o que for válido para o seu caso. Não deixe, também, de consultar especialistas, como nutricionistas e educadores físicos.

Bônus: não se esqueça da alimentação e hidratação 

Além da atividade física, outro fator mega importante é uma alimentação balanceada, e também, a hidratação. Ao associar todas essas etapas, o resultado com certeza será uma vida muito mais saudável, durante ou após a pandemia da covid-19 e onda de sedentarismo.  

 

Dê o primeiro passo para sair do sedentarismo 

Durante o artigo, você conheceu os riscos de uma vida sedentária e como a pandemia foi uma grande aliada para o aumento do sedentarismo. Além disso, também deixamos algumas dicas que podem ser facilmente aplicadas.

Dê o primeiro passo para sair do sedentarismo: não se esqueça de todos os benefícios mencionados e, se você for um profissional da saúde, lembre-se de sempre lembrar os pacientes da importância de praticar exercícios físicos regularmente.

Confira outras dicas no segmento de saúde: Podcasts sobre saúde: Conheça 5 opções para acompanhar agora! 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *