Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

A digitalização trouxe um forte protagonismo para a ciência de dados, seja em qualquer segmento de mercado. Toda essa transformação resultou na colocação da tecnologia como o centro dos negócios, visto que ela entrega benefícios valiosos para a rotina das pessoas.  

Neste contexto, o termo inteligência de dados surge como uma peça que auxilia os negócios nas tomadas de decisões e diversos processos internos que são de suma importância para o funcionamento e crescimento.  

A inteligência de dados na saúde é muito importante para a gestão, pois dá aos profissionais uma visão geral no que diz respeito a informações que os ajudam a conduzir o trabalho da melhor forma.  

Continue a leitura e entenda mais detalhes sobre o assunto. 

Leia também: Health Analytics: Como as análises de dados influenciam a Saúde Pública 

Inteligência de dados: o que é? 

A inteligência de dados é o processo em que diversos dados são reunidos e examinados por meio de big data para a extração de informações importantes que são capazes de ajudar as organizações a tomarem decisões importantes.  

No caso das unidades de saúde, os dados auxiliam a nortearem campanhas de saúde, saberem sobre a distribuição de medicamentos e monitorarem onde se encontra a população com certo tipo de enfermidade.  

Durante a pandemia do coronavírus, por exemplo, a coleta de dados foi crucial para saber em qual localidade o número de casos estava mais alto. Isso implicava, diretamente, na necessidade do uso de oxigênio, entre outros medicamentos.  

A inteligência de dados ajuda organizações a tomarem decisões data-driven, ou seja, baseada em dados. 

Como funciona a coleta de dados no SUS? 

O DATASUS (Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde) surgiu pelo Decreto 100 de 1991. Ele é responsável pelo desenvolvimento de sistemas encarregados pelos processos de planejamento, operação e controle.  

No total, o DATASUS já desenvolveu mais de 200 sistemas que auxiliam o Ministério da Saúde na construção e fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS). O principal objetivo é promover a modernização da saúde pública por meio da tecnologia. O DATASUS está presente em todas as localidades do país por meio de regionais. 

Na assistência farmacêutica, por exemplo, é possível contar com o Hórus. O sistema foi criado em 2009 e realiza a gestão de medicamentos nas três esferas do SUS. 

Benefícios da inteligência de dados na saúde  

Na saúde, dados significam ações preventivas e detecção de novas enfermidades na população.  

Conheça, logo abaixo, alguns dos principais benefícios da inteligência de dados na saúde! 

Dados reunidos em um só lugar 

Na tecnologia, é possível adotar em uma instituição de saúde um sistema de gestão que é modular. Entre os módulos, o Prontuário Eletrônico do Paciente é capaz de reunir informações em um só lugar ao alcance de poucos cliques.  

Melhor tomada de decisão  

Com uma acessibilidade mais facilitada de dados, o profissional da saúde é capaz de tomar decisões mais acertadas. Isso também vale para gestores, que possuem uma visão geral melhor sobre o funcionamento das unidades de saúde.  

Integração de informações 

Com a informatização, é possível realizar a integração de informações por meio de APIs que são capazes de trocar informações entre um sistema e outro. Isso facilita a troca de dados entre todas as unidades de saúde brasileiras. 

Leia também: Segurança de dados do paciente: como proteger informações pessoais? 

Gestão de saúde pública e levantamento de dados: conheça o Hygia 

Neste artigo, conhecemos a importância da inteligência de dados para a saúde, com um enfoque na saúde pública.  

Além disso, percebemos como a tecnologia é necessária para uma melhor gestão dos pacientes e unidades e para a humanização de saúde no SUS 

Se você procura pelos benefícios entregues por um sistema de gestão, conheça o Hygia. Ele se divide em três versões para prefeituras e uma para clínicas universitárias.  

Confira: 

  • Hygia Lite: sistema completo, desenvolvido para prefeituras com menos de 100 mil habitantes. 
  • Hygia Full: versão robusta para gestão completa de saúde; 
  • Hygia Agendamentos: versão compacta e econômica para o agendamento de consultas e exames. Primeira integrada ao Hora Marcada, do Governo de São Paulo.  
  • Hygia Clínicas Universitárias: versão específica para demandas de gestão de universidades. 

Quer saber mais? Solicite uma demonstração gratuita e veja tudo o que o Hygia pode fazer pela saúde. 

 

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *