Processo de Acolhimento na SaúdePowered by Rock Convert

Um dos maiores desafios da gestão de saúde pública é otimizar os serviços entregues para a população. Para essa finalidade, a tecnologia é uma aliada das unidades que saúde que querem se modernizar e otimizar processos. 

A iniciativa não é exclusiva da rede pública, quando falamos de saúde. De acordo com a Associação de Hospitais Privados (Anahp), 68,42% das instituições associadas, em 2020, aumentaram o uso de ferramentas de tecnologia da informação (TI).  

Números como o descrito, provam a importância de olhar para a TI como uma parceria para melhorias internas e externas.  

Continue a leitura e descubra algumas ferramentas indispensáveis para a gestão de saúde pública.  

Por que a tecnologia é importante para a gestão de saúde? 

Diversos segmentos de mercado têm digitalizado os seus serviços, tornando clientes cada vez mais digital first. O digital first na saúde também é uma realidade! A prestação de alguns serviços por meio digital, inclusive, facilita a vida de profissionais e pacientes, que não precisam enfrentar filas para fazerem uma marcação de consulta ou exame, por exemplo.  

A tecnologia é também reconhecida por facilitar a vida das pessoas, por meio da simplificação de processos. De acordo com a Accenture, 77% dos pacientes consideram importante a possibilidade de marcar, alterar ou cancelar consultas pela internet. 

Isso mostra a preferência dos cidadãos por uma vida mais simples, dinâmica e uma saúde mais acessível.  

O Sistema Único de Saúde (SUS) possui o desafio de realizar um atendimento mais humanizado, reduzir as filas de espera pelos serviços oferecidos e melhorar o relacionamento com os pacientes durante toda sua jornada. Para isso, a digitalização de serviços auxilia para a chegada a esse objetivo.  

Ferramentas indispensáveis para a gestão de saúde pública 

Depois de entender a importância da tecnologia para a saúde pública, conheça algumas das ferramentas indispensáveis para os gestores de saúde e jornada do paciente. 

Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) 

O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é uma ferramenta que facilita a obtenção dos dados do paciente. Ele permite o registro, armazenamento e controle de dados, o que resulta em uma maior produtividade e melhor avaliação do quadro clínico.  

No caso do modelo tradicional de prontuário, imagine a dificuldade em acessá-lo em meio ao de tantos pacientes que passam pela unidade de saúde diariamente? Tudo isso, torna o PEP uma das principais soluções digitais para a saúde, pela produtividade, agilidade, inovação e eficiência operacional que oferece aos profissionais e pacientes.  

Além disso, o PEP oferece mais segurança em relação ao papel, quando nos referimos a violação das documentações, assim como a redução de custos.  

Agendamento de consultas e exames online 

Outro passo importante para tornar uma unidade de saúde mais acessível é adotar um sistema para agendamento de consultas e exames online. Além de gerar acessibilidade, a tecnologia traz redução de custos, filas e mais produtividade para a saúde e profissionais que nela atuam.  

Com essa novidade, pacientes, profissionais e gestores são beneficiados diariamente. O Hygia, por exemplo, possui a modalidade “Hygia Agendamentos” que permite que consultas e exames sejam agendados sem sair de casa. A versão foi a primeira integrada ao aplicativo Hora Marcada, do Governo de São Paulo. 

Gestão farmacêutica  

O gasto com medicamentos pelo SUS é elevado. Por isso, utilizar a tecnologia para controle e gestão farmacêutica no SUS é indicado para os gestores que procuram melhorar a forma de lidar com a distribuição e compra de novos remédios.  

Em 2016, o gasto do SUS com medicamentos foi de 18,6 bilhões, segundo levantamento do Ipea. 

É importante que ao adotar um sistema de gestão de saúde pública, ele acompanhe um módulo que permita a gestão farmacêutica, por meio do controle da compra e distribuição de medicamentos para a população.  

Gestão de demandas e status 

Outro módulo importante de um sistema de gestão, é o de gestão de demandas e status de atendimento. Com isso, é facilitado o acompanhamento dos processos internos. Essa solução entrega mais agilidade e dinamicidade.  

Sistema de gestão de saúde pública: conheça o Hygia 

O Hygia é um sistema de gestão de saúde, voltado ao setor público, que possui três versões completas para atender às principais demandas do segmento.  

Neste artigo, você conheceu os principais motivos de adotar a tecnologia na sua gestão de saúde. Agora que você sabe que não dá para não tê-la no dia a dia, conheça as versões do Hygia e entenda como podemos te ajudar rumo a uma gestão de saúde pública de melhor qualidade:  

  • Hygia Lite: sistema completo, desenvolvido para prefeituras com menos de 100 mil habitantes.   
  • Hygia Full: versão robusta para gestão completa de saúde;   
  • Hygia Agendamentos: versão compacta e econômica para o agendamento de consultas e exames.  

Dúvidas sobre o Hygia? Acesse o nosso site. 

 

Lei Geral de Proteção de DadosPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *